Imposição de mãos por leigos

A benção do padre difere por ser um ato sacerdotal, com autoridade. Autoridade que nenhum leigo tem. Pode-se rezar por alguém, mas não precisa impor as mãos, por que este é um ato exclusivo do sacerdote.




A imposição de mãos é válida pelo sacerdote, por que o sacerdote tem as mãos abençoadas, ungidas, e sua oração tem maior validade do que qualquer leigo, impor as mãos significa que o sacerdote está acima daquele leigo e que sua oração tem maior validade diante de Deus. Santo Afonso de Ligório¹ diz que o sacerdócio é grandioso e está na hierarquia até acima dos anjos, por isso o sacerdote pode impor as mãos. 

O Leigo não deve impor as mãos, sua oração é válida tanto quanto o de qualquer outro leigo, não está acima de ninguém, deve apenas rezar, interceder, suas mãos não são ungidas, nem abençoadas. Assim diz o Papa Pio XII²:

"Somente aos apóstolos e àqueles que, depois deles, receberam dos seus sucessores a imposição das mãos, é conferido o poder sacerdotal em virtude do qual, como representam diante do povo que lhes foi confiado a pessoa de Jesus Cristo, assim representam o povo diante de Deus. Esse sacerdócio não vem transmitido nem por herança, nem por descendência carnal, nem resulta da emanação da comunidade cristã ou de delegação popular. Antes de representar o povo, perante Deus, o sacerdote representa o divino Redentor, e porque Jesus Cristo é a cabeça daquele corpo do qual os cristãos são membros, ele representa Deus junto do povo. O poder que lhe foi conferido não tem, pois, nada de humano em sua natureza; é sobrenatural e vem de Deus: "assim como o Pai me enviou, assim eu vos envio:..' "

(Carta encíclica 'Mediator Dei', Papa Pio XII).

Ou seja, a imposição de mãos do sacerdote também representa a sucessão dos apóstolos. Portanto não há nenhum motivo lógico para um leigo impor as mãos a outro leigo. 

Existe algum documento em que permita o leigo impor as mãos? NÃO, esta é uma prática protestante pentecostal. Pois para eles, o pastor é igual a todos, eles não creem na hierarquia da Santa Igreja, nem mesmo no valor grandioso do sacerdócio. Seus pastores são considerados iguais a todos, e de fato são, pois não são sacerdotes legítimos, por isso estas seitas permitem a imposição de mãos por qualquer fiel de suas "igrejas". Esta prática surgiu no meio pentecostal protestante, e nunca existiu de fato no meio Católico autêntico. Nosso lema é a frase que abre o Catecismo de Trento:

"Repetimus nostra! Non usurpamos aliena! - Repetimos o que é nosso (da Fé católica)! Não copiamos o que é dos hereges!"

O que significa este gesto de impor as mãos, no Catolicismo?


A imposição das mãos é um dos sinais litúrgicos mais antigos que remonta, na memória, à própria prática de Jesus. Através da imposição das mãos, Jesus curava os doentes (Marcos 6, 5 e 7, 32) e, a partir do seu exemplo, os discípulos fizeram o mesmo (Atos 9, 12 - 17). Entretanto o sentido deste gesto não pode se limitar ao âmbito taumaturgo. Já no Antigo Testamento, mas sobretudo no Novo, o gesto de impor às mãos expressava o momento da consagração e a preparação para um ministério (Atos 6, 6). Na tradição da Igreja, foi este próprio gesto a prevalecer, tornando-se um dos momentos essenciais na ordenação de presbíteros e bispos. Por isso, o gesto de impor as mãos foi circunscrito à prática do sacerdócio ministerial.

Este artigo é apenas uma parte da refutação de tantos erros presentes no movimento carismático, se você quer acompanhar desde o começo, recomendamos o seguinte link: Estudo sobre as críticas do movimento carismático.

Fontes:
[1] A Selva - Santo Afonso Maria de Ligório.
[2] Carta Encíclica Mediator Dei - Papa Pio XII.

3 comentários:

  1. Amigo, e o orai uns pelos outros onde fica? Me esclareça a luz da Doutrina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para orar por outra pessoa, não necessita nem a presença dela, basta entrar no teu quarto e rezar em silêncio por ela. Estando sozinho ou não. Não exige a presença da pessoa naquele instante no mesmo local para se rezar por ela.

      O Padre impõe as mãos para mostrar superioridade, e não apenas para orar por aquela pessoa.

      Excluir
  2. Jesus nos deu autoridade através do seu nome João 14:12 Digo a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai. (AQUELE QUE CRÊ EM JESUS PODE FAZER TUDO O QUE ELE FEZ E AINDA COISAS MAIORES)
    Não existe nenhum Sacerdote acima de Jesus,leia Hebreus. Lembrando que através do Sacrifício de Jesus temos acesso ao trono de Deus (TENDO COMO MEDIADOR SOMENTE JESUS) Joao 14:14 "Tudo que pedires em meu nome Eu farei" disse Jesus. João 14:6 Eu sou o Caminho a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai senão por mim. (Não existe homem nenhum que nos leva a Deus, somente Jesus). Por isso temos que pedir em nome de Jesus, sempre, em nossas orações.
    Deus abençoe

    ResponderExcluir

Bem vindo ao nosso espaço! Os comentários antes de serem postados, passam por aprovação da moderação. Por isso lembramos aos seguidores que não serão aceitos comentários maldosos, irônicos com tom de maldade, acusações infundadas e ataques diretos e indiretos a Fé Católica e à Moral da Igreja. Também não serão aceitos "copia e cola" de baboseiras de outros blogs, sem nem ao menos ler e responder o artigo racionalmente e de forma honesta. Salve Maria Puríssima.